Bicicletas Roda Fixa

O universo das bicicletas é muito interessante… Bicicletas de corrida entram e saem de moda… Choppers entram e saem de moda… O mesmo ocorre com low riders, old schools, racers etc.

Em tempos de câmbios com 10, 12, 15, 18 e até 21 marchas eis que ressurgem das cinzas as chamadas bicicletas de roda fixa.

Mas o que são bicicletas de roda fixa afinal? São bicicletas com o pinhão “fixo” no cubo traseiro o que significa que o ciclista não para de pedalar já que os pedais se movimentam junto com a roda traseira. Isso não se trata em absoluto de uma novidade já que as primeiras bicicletas que se tem notícia usavam este sistema lá por 1900…

Esta (muito rara) além  de ser roda fixa usava um interessante sistema de cardã que eliminava a corrente de transmissão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

De lá para cá muitas coisas mudaram… As bicicletas, as vestimentas e até a qualidade das fotos, mas não o conceito que voltou com força total…

Em qualquer grande cidade é muito comum encontrarmos grupos de ciclistas com suas “rodas fixas”. Eles se diferenciam dos outros ciclistas pelas vestimentas normalmente em estilo “old school” e também por suas bicicletas normalmente montadas com peças de  cores diferentes.

 

 

 

 

 

 

 

Mas como funcionam afinal as bicicletas de roda fixa (ou fixed gear em inglês)?

O pinhão é rosqueado diretamente ao cubo, o que significa que, sempre que a roda gira, os pedais e o movimento central giram junto. E vice-versa. Isso implica que o ciclista jamais pode parar de pedalar a não ser quando a bicicleta fica parada. Também significa que, apenas com a força das pernas, é possível fazer a bicicleta reduzir e até parar, e inclusive pedalar “de marcha ré”, se assim o ciclista desejar.

Pode parecer complicado mas em poucos dias acabamos nos acostumando com a nova proposta.

Os grandes responsáveis pela “reinvenção” das bicicletas de rodas fixas foram os entregadores também chamados de messengers ou courriers. Muitos preferiram aproveitar bicicletas antigas de competição em velódromo com sistema de roda fixa pois a manutenção sem marchas era descomplicada e as bicicletas de roda fixa muito mais acessíveis do que as bicicletas com sofisticados sistemas de câmbio.

Não satisfeitos em relançar as rodas fixas começaram a personalizar suas bicicletas com correntes, aros e quadros cada vez mais coloridos de forma que suas bicicletas fossem únicas, mais difíceis de roubar e também porque assim se destacariam no trânsito.

Que tal dizer “Não te vi” para um ciclista montado em uma bicicleta destas…

O interessante é que a “reinvenção” das bicicletas de rodas fixas causou um boom também no setor de peças. Correntes coloridas, quadros em cores inimagináveis, aros, raios enfim… Um verdadeiro arco íris a disposição daqueles que querem montar uma roda fixa ou mesmo comprar um modelo montado.

Na América elas são chamadas carinhosamente de “fixies” e já formam uma legião de apaixonados…

 

 

 

Seja em cores berrantes ou discretas como os modelos clássicos…

 

 

 

 

 

 

As bicicletas de roda fixa estão na moda… Não se espante se cruzar com um ciclista que nunca para de pedalar, ou mesmo com um ciclista que consegue dar “marcha a ré” em sua bicicleta… Certamente você estará cara a cara com uma bicicleta de roda fixa…

Até a próxima pessoal!

Posts Relacionados

Comentários

Speak Your Mind

*

Faça seu comentário: