Depois da bicicleta motorizada, bike elétrica cabe dentro da bolsa

Veículo elétrico pode ser compactado e surge como alternativa para congestionamentos.

Quem mora em uma cidade razoavelmente grande se depara, inevitavelmente, praguejando contra o trânsito conturbado. Não é à toa que projetos e soluções inovadoras como bicicleta motorizada ou elétrica, por exemplo, pipocam rapidamente. De olho no próspero filão de negócios, uma empresa neozelandesa buscou no passado inspiração para redesenhar a bicicleta. A YikeBike é mais uma promessa para revolucionar o transporte urbano. Além de ser compacta, o que a torna facilmente transportável, possui um motor elétrico de 1.2 kW


A bicicleta de ares vitorianos não tem o tradicional guidão na frente e sim nas laterais. Pedalar também não é necessário. Os pés ficam praticamente imóveis nos pedais e movem-se apenas para acionar o acelerador e o freio pelo dedão do pé.


O motor da YikeBike é elétrico (1,2kw). A bateria – de lítio – leva cerca de apenas 20 minutos para carregar 80% de sua capacidade. Ela atinge 20 quilômetros por hora e possui autonomia de 9 a 10 km. O veículo é feito de fibra de carbono e pesa menos de 10 quilos. Quando compactada, cabe dentro de uma bolsa e pode ser levada no metrô ou ônibus e guardada com facilidade.

O transporte ‘alternativo’ já está à venda e pode ser comprado online pelo site da fabricante. Os preços da bicicletinha modernosa ficam entre 3.500 a 3900 euros ( R$ 10 mil). Com o natal se aproximando, fica aí a dica de um presente inesquecível MESMO! Hehe.

Em evento sobre bicicleta motorizada, Volkswagen surpreende

No evento Auto China 2010 a montadora alemã, Volkswagen mostra que está antenada com as tendências em mobilidade urbana – e preocupada com o futuro do automóvel – e apresentou não uma bicicleta motorizada, mas sim sua versão de bicicleta elétrica que pode revolucionar o sistema de transporte nas grandes cidades do país. Isso mesmo, a “Bik.e” da Volkswagen está pronta para sair do forno e pode ser lançada até o final desse ano.


A VW Bik.e tem rodas aro 20, autonomia para circular 20 km a uma velocidade de 20 km/h e pesa 20 quilos! Pesado para uma bicicleta normal, mas nada mal para uma elétrica. Lembra ligeiramente uma mobilete ou uma bicicleta motorizada futurística. Quanto à velocidade, a pretensão da empresa é a de aumentar essa capacidade até o lançamento oficial (ainda sem data definida).

[Read more…]

Turbinando Bikes com a roda RevoPower!

Já pensou em algo que não fosse uma moto, mas também não fosse apenas uma bike ou uma bicicleta motorizada, e ainda fosse diferente de uma simples mobilete? Pois é, agora existe e se chama RevoPower. Na verdade, a RevoPower nada mais é do que uma roda, mas que faz toda a diferença, porque é uma roda motorizada.


A invenção funciona assim: a roda dianteira de sua bike é trocada pela roda Revopower, aí é só acelerar, ou quando quiser, pedalar feliz e contente. A potência da rodinha é de 1,1 cavalo, velocidade até 32 km/h e autonomia de aproximadamente 320 km com 3,8L de mistura gasolina-óleo.

Além da troca da roda antiga pela roda da RevoPower você deverá colocar o acelerador no guidão e o tanque de gasolina que pode ser colocado no lugar aonde ficaria a garráfa de água (cuidado para não beber gasolina). A roda deve chegar ao mercado ano que vem.


Claro que desvirtua um pouco a filosofia da bicicleta, porque quase deixamos de ter que pedalar, faz algum barulho, mesmo que mínimo, e consome combustível. Mas é melhor do que andar de carro e até mesmo de moto, sob o ponto de vista ambiental e de ruído, e até de exercício físico… Pode ser uma opção apelativa e perfeitamente válida para quem precisa de um empurrãozinho aqui e ali e/ou circule em zonas de terreno de declives acentuados.