Consumo de uma Bicimoto elétrica!

Todos nós sabemos as inúmeras vantagens de se utilizar uma bicicleta elétrica.

Além de não emitir gases poluentes causadores do efeito estufa, as bicicletas elétricas são muito silenciosas e tão rápidas quanto alguns modelos com motores à combustão!

O que muita gente não sabe é o custo de ter uma bicicleta elétrica! Diferente dos motores à combustão que utilizam gasolina, a bicicleta elétrica, como o nome já diz, utiliza apenas energia elétrica!

A Bicimoto trabalha com modelos elétricos de 350w e 500w. Ambos possuem bateria de lítio removível que podem ser recarregadas em qualquer lugar, seja em casa ou no trabalho! Se estiver com mais disposição ou se quiser fazer um exercício, a Bicimoto elétrica pode ser pedalada assim como uma bicicleta comum, sem nenhuma resistência.

Vamos agora ao que interessa, o gasto para “abastecer” a sua bike elétrica!

Vamos pegar o kit de 500w como exemplo. O consumo máximo desse kit é de 180w por hora.

Já que queremos descobrir o consumo, precisaremos converter watts em kilowatts.

180 / 1.000 = 0,18kW

O valor do kW por hora varia de acordo com a concessionária de energia elétrica de cada cidade. Pegaremos como referência o valor de São Paulo, que gira em torno de R$0,43 por kW/h.

Assim sendo, para obtermos o consumo total, multiplicaremos 0,18kW por 6 (a bateria leva seis horas para uma carga completa).

0,18 x 6 = 1,08kW

1,00kW = R$0,43

O custo aproximado para uma carga completa da bateria da sua Bicimoto elétrica será de aproximadamente R$0,46! Muito mais barato do que o litro da gasolina!

Lembrando que com uma carga completa você poderá rodar aproximadamente 40km!

Se interessou? Quer ter uma bicicleta elétrica?

Acesse já o nosso site e compre já a sua!

Estamos também no Youtube, Facebook e no Twitter!

Um mês com uma ColorBikes

Não resisti quando o site www.colorbikes.com.br entrou no ar. Foi o que chamam de paixão a primeira vista… Uma bicicleta feita de aço Hi-Ten, com componentes de marcas consagradas como Shimano, Neco, NKS e Promax onde eu ainda poderia escolher a cor dos componentes e montar uma bicicleta única? Parecia brincadeira, mas não era…

O primeiro passo visitar o site e com 9 ou 10 cliques do mouse escolher minha bicicleta e a cor dos componentes… Parece fácil e é… Difícil é decidir qual das 10 ou 15 que eu “montei” comprar… Optei por esta…

 

 

 

 

 

 

Ai vem a pior parte… Esperar os 3 dias para entrega… Na manhã do terceiro dia encostou em meu portão uma Van dos Correios o coração bateu mais forte e lá estava minha ColorBikes… Assinei no recibo de qualquer jeito tamanha era a vontade de abrir a caixa e montá-la…

[Read more…]

Niterói quer ser modelo para uso de bicicletas

A Niterói Transporte e Trânsito (NitTrans) acaba de concluir o mapa com cerca de 40 quilômetros de rotas cicláveis que serão implantadas na cidade. O projeto será incluído no “Plano de Melhorias para o Sistema Viário, Trânsito e Transporte Público”, elaborado pela Prefeitura de Niterói, com a consultoria do escritório do urbanista Jaime Lerner. Pensando no incentivo ao uso das bicicletas como alternativa à mobilidade urbana, avenidas movimentadas receberão ciclovias que ligarão os bairros ao Centro.

De acordo com o presidente da NitTrans, Sérgio Marcolini, a intenção é transformar a cidade em referência para o uso da bicicleta no Brasil, assim como acontece em países de primeiro mundo como a Dinamarca e a França. Ele explica que os projetos das rotas cicláveis estão sendo implantados aos poucos, de acordo com o programa de obras previstas no município, como a Via Orla e outras mais complexas, como o alargamento das avenidas Marquês do Paraná e Jornalista Alberto Torres, na Praia de Icaraí. Ruas do Centro, Zona Sul, Zona Norte e Região Oceânica já vêm recebendo as ciclofaixas, espaços delimitados nas vias apenas para ciclistas, e ciclorrotas, compartilhadas com veículos.

[Read more…]